Brise de concreto: Onde usar, modelos e vantagens

Os brises são elementos arquitetônicos utilizados para controlar a incidência de luz solar e proteger as edificações do calor excessivo da cidade, proporcionando um design estético atraente e personalizado a qualquer tipo de construção. E se você está pensando em investir em um brise de concreto, é importante saber as especificações e utilidades desses produtos tão cobiçados.

No artigo de hoje, exploraremos os brises de concreto, suas versões mais reconhecidas no mercado e, por fim, faremos uma comparação com os brises de metal, que também possuem um alto custo-benefício quando aplicados em edificações modernas.

Leia também: Metais que não oxidam e seus usos na construção civil

A beleza por trás do brise de concreto

Os brises de concreto – assim como os metálicos – são amplamente adotados na arquitetura moderna devido à sua durabilidade, versatilidade e apelo estético. Esse tipo de quebra-sol destaca-se pela sua resistência e capacidade de integrar-se harmoniosamente aos edifícios, permitindo diferentes formas e padrões por meio de pinturas e acabamentos especiais.

Brise de concreto
Brise de concreto como parede externa.

Este produto é fabricado utilizando moldes personalizados de acordo com o design desejado, envolvendo a mistura de concreto, aditivos e reforços que são despejados nos moldes e deixados para curar. Após isso, os brises são desmoldados e podem passar por acabamentos adicionais, como lixamento, pintura ou aplicação de texturas. Portanto, este procedimento requer mão de obra especializada e equipamentos adequados para garantir a precisão e qualidade dos elementos trabalhados.

Todavia, como de praxe, todo tipo de brise pode ser instalado em uma posição horizontal ou vertical – e isso não é diferente com o concreto. Cada modelo conta com suas características e sugestões técnicas específicas.

Os modelos horizontais, como a popular “palafita”, por exemplo, são adequados para locais onde se deseja bloquear a luz solar direta em determinados horários (leia mais sobre isso neste artigo), enquanto ainda se permite a entrada de luz difusa. Já os modelos verticais, também chamados de “lâminas”, são ideais para filtrar a luz solar ao longo do dia, permitindo maior controle sobre a iluminação e privacidade.

Vantagens e aplicações dos brises na arquitetura moderna

Os brises desempenham um papel fundamental na arquitetura e engenharia urbana, proporcionando uma série de vantagens quando aplicados no lugar certo. E este lugar certo tem nome: fachadas. Mas por quê?

Como mencionado no início, eles controlam a entrada de luz solar direta e ventilação natural, reduzindo o calor e o ofuscamento nos ambientes internos – o que significa um maior conforto térmico e uma melhor economia de energia. Quando instalados ao redor de uma edificação, os brises contribuem para a sua privacidade, melhoram a acústica dos espaços e, além de tudo, lhe conferem um caráter distintivo. Sua aplicação é vasta, no entanto – abrangendo desde residências e escritórios até edifícios comerciais e institucionais, a exemplo de:

  • prédios corporativos;
  • supermercados;
  • escolas e faculdades;
  • museus.

Mas será que o concreto realmente é o melhor material para brises? E quanto aos produtos mais tradicionais, como a madeira, ou até mesmo o metal?

Comparação entre o brise de concreto e o brise metálico

Brise metálico em edifício corporativo.

A Bepex é especialista na produção de peças metálicas, incluindo brises para fachadas, forros e divisórias. Como profissionais no mercado desde 1991, podemos dizer que tanto os brises de concreto quanto os brises metálicos têm seus méritos, mas ainda é importante destacar o melhor custo-benefício oferecido pelos brises metálicos em longo termo.

Diferentemente da madeira, que é frágil e tem um processo de fabricação meticuloso, e do concreto, que possui uma natureza simplória, o metal é um material mais leve – o que resulta em menor carga estrutural nas edificações. Além disso, os brises metálicos oferecem:

  • maior flexibilidade em termos de design e personalização;
  • fácil transporte e instalação, agilizando o término da estrutura;
  • manutenção mais simples e econômica, pois podem ser trocados com facilidade;
  • maior retenção térmica, absorvendo os raios solares com melhor ritmo;
  • sustentabilidade, pois podem ser reciclados ou reutilizados;
  • pinturas personalizadas e duradouras que não se enfraquecem (brises coloridos);
  • acabamentos galvanizados, aumentando a vida útil da superfície do material e protegendo-o contra corrosões e ferrugens.
  • não racham como o concreto nem alastram chamas como a madeira.
  • mobilidade e flexibilidade, agindo como janelas, algo que o peso do concreto não permite (sendo fixos de fábrica).

A fabricação dos brises metálicos envolve o corte e a dobra de chapas metálicas, como alumínio, aço ou zinco – e é geralmente realizada por meio de processos industriais, como corte a laser, dobra CNC e soldagem, o que garante a precisão e a consistência dos elementos produzidos.

Leia nosso guia completo sobre fachadas metálicas clicando aqui.

Encomende seus brises metálicos com a Bepex!

E aí, já se convenceu dos benefícios do metal? Então não hesite em adaptar chapas metálicas ao seu projeto – você não vai se arrepender.

Fabricando metais desde 1991, nossa equipe captura a paixão pelo design urbano e é capaz de transformar qualquer ideia em realidade. Trabalhamos com uma variedade de metais, como ACM, Alumínio, Aço Inox, Aço Carbono, Cobre e Zinco. Desta forma, é possível escolher qual deles corresponde melhor aos objetivos da sua construção!

Se você também ficou encantado com as maravilhas dos brises de metal, entre em contato conosco para fazer um orçamento agora mesmo e colocar seu sonho em prática! A Bepex está disponível para quaisquer dúvidas e informações extras.

A propósito, você já ouviu falar do forro metálico colmeia? Como uma peça arquitetônica, suas características se assemelham bastante aos brises coloridos que mencionamos no artigo. Clique aqui para ler tudo sobre as suas peculiaridades!

Postagens Relacionadas
Deixe um comentário